• Black Vimeo Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon
Linha do Tempo
Works
2018 - 2014
2013 - 2009
2008 - 2003
2002 - 90's
 
 

Para o artista alemão Gerhard Richter, estilo é uma violência. Há que se pensar que, se o artista segue um único estilo, não por vontade, mas por uma imposição externa à ele, quando apenas lucro e resultados mercadológicos estão em vista, ele está praticando uma violência contra si mesmo e, quiçá, com o público, pois se seguir um estilo não representa algo genuíno de sua experiência, trajetória e expressão sua obra será sempre uma farsa, um simulacro. Porém, se há artistas que realmente querem manter um único estilo por vontade, deve-se dizer que perdemos em diversidade de olhares quando o mercado dificulta a possibilidade de artistas experimentalistas e ecléticos compartilharem seus conteúdos.

Os shows de Elen Nas em Londres marcam uma fase onde a intenção de pesquisa se aliava à necessidade de experimentar no palco arranjos de músicas que procuravam compartilhar suas saudades do Brasil, dos amigos músicos que compartilhavam os mesmos sonhos que era o de fazer acontecer nossas histórias paralelas sem que isto representasse atrelar-se a imposições externas à criação artística e as melhores energias que a música pode nos trazer.

Existem poucos registros disponiveis, desde que neste periodo nao existia smartphones e tampouco era comum as pessoas carregarem cameras de bolso. Em um dos shows em Londres ha registros de Fernando Barbera (inclusive em video a averiguar possivel resgate), e na turne pelas cidades da Escandinavia, onde Elen se apresentou como cantora solo em grandes teatros de concerto e uma grande lona-teatro em Copenhague, precisaria ser averiguado com o empresario alemao da Turne chamada Ritmo Brasil e alguns musicos responsaveis pela direcao musical, afim de ver a possibilidade de se ter registros impressos ou de imagem. Nos folhetos do Jazz Cafe foram utilizadas imagens recentes na epoca, resultantes de um trabalho que artista fez como modelo, em Londres. A imagem do livro do Instituto de Arte Contemporanea (ICA-London) do fotografo Marcelo Oliveira e a impressa no Jornal Evening Standart do fotografo da Ford Models a epoca, Marcelo Magalhaes.

 

O primeiro folheto de show, xerocado, e de 1990! A partir de 93 com a retomada dos estudos em Musica, na Escola de Musica Villa-Lobos, o envolvimento passa a ser maior, ate que em 96 ganha o Festival Petrobras no Teatro Joao Caetano. Depois de alguns shows no Rio em 97, dirige-se ao velho mundo para novas oportunidades. Fotos de Marcelo Oliveira (divulg.), Leonardo Aversa (JB), Ricardo Fasanello (Veja), Marcelo (Ford).

Mais Imagens de Arquivo:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now